12.21.2015

AMARRAÇÕES AMOROSAS



Esta amarração é muito antiga. Faça e veja como é infalível. Esta amarração pode ser feita por você também, que não tem nada com a pessoa por si amada, e por você que foi rejeitada ou abandonada.

Materiais e ingredientes necessários à realização desta amarração:

1 Folha de papel branca virgem (não escrita);
Incenso de Olibano da Somália;
3 Velas de Cera de Mel de Abelha Pura;
1 Taça nova de cristal ou de vidro transparente (nunca dantes usada) com Vinho Tinto;
1 Moeda corrente dourada (nova) de qualquer valor;
1 Punhado dos seus cabelos ou pêlos, assim como do seu companheiro ou companheira;
Tinta-da-china preta e vermelha (para simbolizar o sangue);
Nardo para queimar (não serve o óleo);
Incenso do puro nardo asiático;
Sal de Israel, se não tiver como obter sal de Israel, deverá usar Sal grosso comum, mas deve o levar num saco a uma igreja e rezar com ele 7 vezes nas mãos e salpicar o saco 7 vezes com água benta para o purificar.


Agora deve fazer o seguinte Ritual:

Recorte a folha em formato de triângulo, depois com o seu dedo anelar da mão esquerda assine seu nome com a tinta-da-china vermelha simbolizando o seu próprio sangue, em baixo de sua assinatura, escreva o nome da pessoa destinada a ser amarrada também com tinta-da-china vermelha. Depois vire o triângulo de forma a ficar com os nomes virados para o chão, na parte em que a cartolina está branca, deve acender em cada ponta uma vela de mel de abelha pura. No centro do triângulo coloque a taça de vinho com a moeda dourada e um punhado de seu cabelo ou pêlo com os cabelos ou pêlos da pessoa a ser amarrada. Ao lado deverá colocar o incenso de olibano para queimar. Faça um círculo de proteção (ao desenhar o circulo faça-o seguindo o sentido dos ponteiros do relógio) com o Sal de Israel à volta de todos os materiais dispostos no chão e entre dentro do círculo, durante a realização deste ritual não deverá sair dentro do círculo. Neste momento deverá fazer a invocação com uma voz altiva e firme, ordenando os espíritos dos anjos para que trabalhem em seu favor:

Invocação:

É verdade, sem mentira, certo e muito verdadeiro. O que está em baixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está em baixo, para realizar os milagres de uma coisa única. Assim como todas as coisas foram e procedem do Um, pela mediação do Um, assim todas as coisas nasceram desta coisa única, por adaptação. O Sol é seu pai, a Lua é sua mãe, o vento o trouxe no seu ventre; a Terra o alimenta; o pai de tudo, o Thelesma de todo o mundo, está aqui. A sua força permanece inteira quando se converte em terra. Separarás a terra do fogo, o subtil do espesso, suavemente e com grande habilidade; subirá da terra ao céu e de novo descerá à terra, deste modo recebe a força das coisas superiores e inferiores. Por este meio obterás a glória do mundo e toda obscuridade se afastará de ti. É a força forte de toda força, pois vencerá toda coisa subtil e penetrará toda coisa sólida. Assim foi criado o mundo. Disto se farão admiráveis adaptações cujo meio está aqui. Por isso sou chamado Hermes Trismegisto, porque possuo as três partes da sabedoria de todo o mundo. O que eu disse sobre a operação do Sol está completo. Potências do Reino, ficai sob meu pé esquerdo e em minha mão direita!

Glória e Eternidade, tocai meus dois ombros, e dirigi-me nos caminhos da vitória!
Misericórdia e Justiça, sede o equilíbrio e o esplendor de minha vida!
Espíritos de Malchuth, conduzi-me entre as duas colunas, sobre as quais se apoia todo o edifício do Templo!
Anjos de Netzah e de Hod, firmai-me sobre a Pedra Cúbica de Iesod!
Ó Gedulael! Ó Geburael! Ó Thiphereth! Binael! Sê meu Amor!
Ruach Ocmael, sê minha Luz!
Sê o que fostes, o que és, e o que serás, ó Ketheriel!
Ischim, assisti-me em nome de Shadai!
Kerubim, sede minha força, em nome de Adonai!
Beni Elohim, sede meus irmãos, em nome do Filho e pela Virtude de Sabaoth!
Elohim, combatei por mim em nome do Tetragrama!
Malahim, protegei-me em nome de Iaveh!
Seraphim, purificai meu amor, em nome de Eloha!
Hasmalim, iluminai-me com o esplendor de Elohim e da Shekinah!
Aralim, agi!
Ophanim, girai, resplandecei!
Forças Santas, turbilhonai, clamai, espalhai as virtudes divinas!
Kadosh! Kadosh! Kadosh! Shadai! Adonai! Iotchavah Eiazerieth! Halleluiah! Halleluiah! Halleluiah espírito angélico de Furufur por todos estes santos nomes, obedeçam-me e façam-me (Nota: deve fazer o seu pedido de forma imperativa. Por exemplo: que fulano/a venha a mim muito mais amoroso/a, submisso, que aceite os meus desejos de livre e espontânea vontade sem conseguir resistir). Prometo que assim que conseguir o que quero, eu vos liberto, desde que seja muito rápido, em horas ou dias, que assim seja.

Terminada a invocação apague o incenso de olibano e queime o nardo, após terminar tudo, apague as velas com os dedos, pegue o triângulo e enterre em um vaso com uma muda da flor trombeta de anjo. Se não tiver a muda de trombeta de anjo, coloque outra muda (o ideal é a trombeta de anjo) após enterrar despeje o vinho, guarde a moeda com você (sem entrar em contato com outros metais ou moedas, o ideal é guardar a moeda dentro de um pequeno saco de veludo). Deverá utilizar o resto não utilizado do sal de Israel para tomar um banho (com água morna) no terceiro dia após ter feito esta amarração, rezando o Salmo 30. Os restos do sal usado para fazer o círculo de proteção deverão ser deitados fora em águas correntes de preferência.

Poderá repetir este ritual, por isso, depois do ritual feito apague as velas, guarde-as em um lugar sem luz e faça esta invocação acendendo as três em forma de triângulo com o incenso e repita o ritual de amarração quando necessitar de reforçar o poder deste feitiço de amarração.




AMARRAÇÃO AMOROSA DE SÃO CIPRIANO




Esta amarração amorosa de São Cipriano é das amarrações mais trabalhosas, mas no entanto quando bem feita consegue ter uma boa taxa de sucesso.

Para fazer este trabalho de magia amorosa, deve em primeiro lugar fazer dois bonecos, (um boneco e uma boneca, deve distinguir os sexos colocando cabelos longos, saia ou calças, barbas, pode mesmo desenhar o formato do sexo entre as pernas do boneco, se for um casal gay os bonecos deverão ter o mesmo sexo), quais deverão ser feitos em pano de fibra de origem natural vegetal de preferência (linho ou algodão) e enchidos com rama de algodão ou outro pano de origem vegetal. Tente usar sempre panos virgens brancos ou claros. Faça bem os bonecos, borde-lhes ou desenhe-lhes as suas caraterísticas devendo ser estas o mais fiel quanto possível, por exemplo se a pessoa a amarrar tiver cabelo louro deverá pintar a cabeça do boneco de cor amarela, com tinta com pigmentos naturais, poderá por exemplo tingir a parte de cima com uma mistura de açafrão e água. No interior de cada boneco deverá colocar cabelos ou pêlos (do corpo ou púbicos) das pessoas que deseja que sejam amarradas. Poderá facilmente recolher estes materiais na escova que o seu amante, namorado ou marido usam para se pentearem, também pode encontrar pêlos na banheira ou no sabonete que o seu companheiro usa. Também se pode oferecer para lhe cortar o cabelo e guardar os cabelos cortados para depois serem usados na amarração.

Depois deve amarrar bem os dois bonecos com uma corda branca ou clara também de fibra natural até estes ficar bem unidos (amarre bem e envolva com força os bonecos com a linha durante o ritual) como que se estivessem abraçados. Use corda ou linha suficiente para amarrar os bonecos com 7 voltas e faça um nó a cada volta até perfazer 7 nós (deve fazer isto quando tiver a recitar o texto seguidamente indicado). Use sempre corda virgem e por isso nunca usada para outra coisa. Caso você queira, poderá comprar um novelo de linha forte, e o benzer com 7 gotas de água benta previamente à execução do trabalho de amarração, pois irá libertar de todas as más energias de partículas de espíritos e restos de outras pessoas (imagine que a dona da retrosaria odeia o seu marido e teve uma discussão com ele no dia em que atendeu você na sua loja e passou com o seu suor presente nas suas mãos maus fluidos e energias para o seu trabalho de magia e assim o arruinar) do material de união. Arranje uma fotografia sua (se for você a pessoa que irá recolher o beneficio deste feitiço) ou uma fotografia de outra pessoa se você for um mero executante deste feitiço, com a fotográfica da pessoa que irá ser amarrada. Junte as fotografias (a cores e recentes de preferência) de frente para a frente como se estivessem a beijar na boca entre os bonecos com a fotografia à frente do seu respectivo boneco.

Deve dizer as seguintes palavras olhando nos olhos o boneco da pessoa que você deseja amarrar e enfeitiçar com o seu amor:

”Eu sou poderosa (ou poderoso se você for homem), eu te prendo e te amarro em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, do Padre, do Filho e do Espírito Santo e de São Cipriano, para que de baixo deste imenso santo poder, não consigas comer, nem beber, e que não possas estar em parte alguma deste mundo sem que estejas em minha companhia (deverá citar o nome da pessoa que quer enfeitiçar com esta amarração). Eu (deve citar o seu nome), aqui te prendo e te amarro (deve indo amarrando os bonecos com a linha agora, 7 voltas com um nó a cada volta e com as fotografias no meio), assim como prenderam o Nosso Senhor Jesus Cristo na madeira de cedro da santa cruz, e não terás descanso, enquanto não venhas para mim, terás tormentos e angústia constantes como têm as almas que estão no fogo do Purgatório a penar continuamente pelos pecados do nosso mundo, e como o vento no ar, as ondas do mar sempre em contínuo e perpétuo movimento, como a maré sempre a encher e a vazar, como o Sol que tem que nascer todas as manhãs no monte e se pôr todas as tardes no mar. Será esse o descanso que eu te ordeno e te dou enquanto para mim não vieres com todo o teu coração, tua alma, teu corpo e vida, debaixo da santa pena de obediência e dos preceitos superiores divinos, irás ficar preso e amarrado a mim para sempre, assim como ficam estes bonecos amarrados e atados um ao outro.”



Depois de dito isto dê o sétimo e último nó nos bonecos. E ponha-os dentro de um saco vermelho ou rosa de pano e os leve para casa. Deverá fazer este ritual de amarração depois da meia-noite em noites de Lua Crescente por 7 dias consecutivos até à Lua ficar cheia. A cada repetição deste ritual adicione uma linha nova sem nunca retirar as anteriormente colocadas. Deve guardar os bonecos numa gaveta escondida e só os retirar para fazer este ritual de noite. Como preparação para este ritual deverá vestir-se de branco, tomar banho e queimar um incenso em grão para atrair boas energias. Esta amarração amorosa quando feita com fé e observando todos os requisitos e procedimentos indicados será muito forte e poderosa e grande auxiliar de você conseguir amarrar o seu amor a si sem mais retorno. Os bonecos deverão ficar escondidos numa parte da casa onde você dorme (poderá ser no seu quarto). Este trabalho de amarração deverá ser feito de preferência pela pessoa que irá recolher os benefícios da mesma.




AMARRAÇÃO DE MAGIA NEGRA




Poderoso ritual de magia negra

O ritual da “teia de aranha”



Ingredientes:

– 1 vela negra;

– incenso;

– 1 folha de papiro virgem;

– tinta preta;

– 1 teia de aranha;

– 1 agulha esterilizada;

– bagas de murta.

– 1 caixa negra.


Ritual:

(Ritual indicado para amarração e domínio).

Faça este ritual em noite de lua negra ou no primeiro dia da lua minguante.

Acenda a vela e o incenso, que oferecerá ao demónio que escolheu invocar.

Numa folha de papiro virgem escreva a tinta negra o nome e a data de nascimento da pessoa a enfeitiçar. Se souber o nome da mãe da pessoa, escreva-o também ( F… filho de …-nome da mãe).

Na folha de papiro, faça igualmente o sigilo do demónio que quer invocar, de acordo com o feitiço que quer lançar (veja no dicionário de demónios). E escreva o seu pedido.

A teia de aranha tem de ser fresca (acabada de apanhar) afim de ter todas as energias ainda vivas aquando da realização do ritual.

Pegue na folha de papiro já preparada como acima indicado, ponha-lhe as bagas de murta em cima, esmagando-as.

Cubra a folha de papiro com a teia de aranha enquanto visualiza fortemente a pessoa e diz em voz alta:



“Face á teia tu serás fraco/a,

Nos teus passos ás cegas agirás,

Mas sempre avançarás,

Preso nesta teia a mim te submeterás,

E do poder do meu mestre (diga o nome do demónio que escolheu invocar) não escaparás,

Afim de ….. (pedido),

Que a minha vontade seja feita!”




Pique com a agulha esterilizada o dedo mindinho da mão esquerda, e deixe escorrer uma gota de sangue, e ponha o dedo em cima do papiro (impressão digital).

Agradeça ao demónio que invocou.

Apague a vela e o incenso.

Arrume tudo dentro da caixa negra, e guarde-a em local escuro e somente de si conhecido. Nunca ninguém a poderá ver ou descobrir.



Nos dias seguintes, na fase da lua decrescente (e somente nestes), repita o feitiço, sempre á mesma hora (usando a mesma vela).








AMARRAÇÃO DE MAGIA NEGRA
– 1 vela negra;

– 1 vela vermelha;

– 1 pauzinho de incenso sangue de dragão;

– 750 ml de água mineral;

– 1 pitada de alecrim;

– 10 ml (2 colh. café) de chá preto;

– 3 pitadas de tomilho;

– 3 folhas de hortelã fresca;

– 6 petalas de rosa fresca;

– 5 ml (1 colher de café) de sumo de limão;

– 3 gotas do seu sangue.


Ritual:

Este ritual deverá ser feito 3 sextas-feiras consecutivas, sendo que o 1º dia para começar, deverá ser numa sexta-feira de noite de lua cheia.

Acenda as velas e o incenso. Pique um dedo e ponha uma gota de sangue em cada uma das velas.

Faça ferver a água mineral, na qual fará ferver todas as ervas, rosas e sumo de limão. Deixe em infusão durante 15 mn.

Beba um gole e diga:

“Á luz da lua,

Eu bebo esta poção,

Para que (F… ) me deseje.”

Beba outros goles, e diga:

“Deusa da noite, que reinas sobre a paixão,

Ouve a minha prece, esta minha oração,

Fazei com que F… me deseje.

Que ele rejeite a (o) outra(o) e venha a mim,

Que a/o deixe, para vir para mim,

Que assim seja.”




Recomece este feitiço (de igual forma) nas 2 sextas-feiras seguintes




AMARRAÇÃO CIGANA PARA O AMOR








Este é um poderoso feitiço de amarração cigana, só faça caso esteja realmente querendo alguém especial.

Se for de seu merecimento, com certeza o Povo Cigano irá interceder por seu caso.

Material:
foto de corpo inteiro das duas pessoas
sal grosso
um prato
fita de cetim cor de rosa
7 velas coloridas ( azul, amarela, vermelha, rosa, laranja,branca e lilás)
1 tira de papel com o nome da pessoa escrito a lápis com seu nome escrito por cima
incenso de rosas
essência de rosas
mel
pétalas de rosa branca
sementes de erva doce


Enrolar o papel com os nomes em uma das velas, dispor as outras velas ao redor desta, formando um círculo. Amarre com um pedaço de fita, terminando com três nós.

Passe um pouco de mel nas duas fotos, e una-as frente a frente. Amarre as fotos com a fita, termine com três nós.

Em uma tigela, coloque o sal grosso e sete gotas de essência de rosas e 1 colher de sopa de erva doce. Misture bem. Adicione 7 colheres de sopa de sua saliva. Misture bem.

Coloque a foto no meio do prato, cubra com o sal, dando um formato de coração à mistura. Bem no centro do coração coloque as velas e acenda-as, saudando o Povo cigano. Do lado esquerdo, direito, norte e sul acenda os incensos. Saude todo o Povo Cigano e peça o que deseja. Faça 21 orações ( entre uma oração e outra, refaça seus pedidos com muita fé/ Peça o que deseja em voz alta e com determinação) Cubra todo o prato com as pétalas de rosa.

Enterre o prato em um jardim, acendendo três velas brancas em cima, ofereçendo ao Povo Cigano. Faça uma oração e refaça novamente seu pedido. Vire-se de costas e não olhe mais para trás.




AMARRAÇÃO COM ROUPAS INTIMAS



Materiais:
2 Pés de cera (direito e esquerdo)
2 Pedaços de imã
1 Peça íntima do alvo
1 xícara de açúcar mascavo
1 vaso grande com terra


Preparo:


Em cada pé, ponha um pedaço de imã e uma metade da roupa íntima. Coloque os pés no fundo do vaso, voltado para dentro de casa, cubra com açúcar e jogue a terra. Planta uma comigo-ninguém-pode ou uma bela flor.


AMARRAÇÃO COM BONECOS DE PANO


Preparai um boneco e uma boneca, feitos com panos de linho ou algodão, depois de estarem prontos, deveis uni-los um ao outro e muito abraçados, em seguida a esta operação, pegai em um novelo de linha branca e começai a enroscá-la em volta dos ditos bonecos, dizendo o que se seque, dando primeiro o nome da pessoa que se quer enfeitiçar.

Eu te prendo e te amarro em nome de nosso senhor Jesus cristo, pai, filho e espírito santo, para que debaixo deste poder não possas comer nem beber, nem estar em parte alguma do mundo sem que estejas na minha companhia, fulano. eu, fulano, aqui te prendo e amarro, assim como prenderam nosso senhor Jesus cristo no madeiro da cruz, e o descanso que tu terás enquanto para mim não te virares, é como o que tem as almas do fogo do purgatório, penando continuamente pelos pecados deste mundo, e como o que tem o vento no ar, as ondas do mar sempre em contínuo movimento, a maré a subir e a descer, o sol que nasce na serra e que vai por-se no mar, será esse o descanso que eu te dou enquanto para mim não te virares com todo o teu coração, corpo, alma e vida, debaixo da santa pena de obediência e preceitos superiores, ficas preso e amarrado mim, assim como ficam estes dois bonecos amarrados um ao outro.



Estas palavras devem ser repetidas nove vezes à hora do meio-dia, e depois de rezar a oração das “Horas Abertas”:

Oração das Horas Abertas

Para o meio-dia

Ó Virgem dos céus sagrados/Mãe do nosso Redentor/Que entre as
mulheres tens a palma,/Trazei alegria à minha alma/Que geme cheia de
dor;/E vem depor nos meus lábios/Palavras de puro amor.
Em nome de Deus dos mundos/E, também do Filho amado/Onde existe o
sumo bem,/Seja para sempre louvado/nesta hora bendita.
Amém.







AMARRAÇÃO SIMPLES PARA TRAZER DE VOLTA A PESSOA AMADA


Ás 24h00 de numa noite de sexta feira, quando a lua estiver em Touro, (sob a magnânime regência de Vénus), ou em Escorpião, (sob a poderosíssima regência de Plutão), consagre uma vela vermelha com mel e óleo litúrgico. Deverá depois gravar na vela o seu nome e o nome da pessoa amada. Faça-o com uma agulha previamente mergulhada numa taça de vinho tinto, ao qual foi misturado uma pequeníssima pitada de valeriana. Enquanto grava na vela os nomes com agulha molhada pelo vinho, diga a seguinte oração:

«Poderosa e irresistível Iemanjá, sublime Senhora do amor, este vinho é sangue e nele reside o meu amor, este vinho é meu desejo e também minha dor. Com sangue gravei nossos nomes, e que assim no sangue de, ( nome da pessoa amada), corra meu sentimento para que de mim não tires o teu pensamento.»

Assim dito, a agulha deve ser espetada na vela, de forma a cruzar ambos os nomes, e a vela deve ser acesa. Com a vela já ardendo, assim orar:

«Força de Iemanjá, toda poderosa senhora da luz do amor, como arde esta vela, assim arda o coração de ( nome da pessoa amada), por mim. Pelo Teu poder, força de Iemanjá, regresse ele para mim. Assim seja.»



Beba o vinho, ele actuará como forte poção de apelo ás forças espirituais de Vénus. Conserve todos os elementos do ritual em local secreto. Se necessário, repetir nas sextas em que a conjunção lunar for favorável. Aguardar os fortes resultados, não forçando eventos, deixando o caminho livre para que a Deusa abra os seus caminhos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.